Sempre escrevi muito porque foi a melhor maneira que encontrei de expressar os meus sentimentos.
Neste espaço pretendo compartilhar um pouquinho de mim.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011




Às vezes pensamos que tudo mudou
E percebemos que isso é pura ilusão,
Pois a realidade faz questão
De provar o contrário.

Quem disse que seria fácil
Viver neste mundo?
Alguém inexperiente
Ou até inconseqüente.

É um eterno desafio,
É navegar em ondas profundas,
Hora calmas; hora agitadas,
Um vai-e-vem sem fim.

Mas o importante é seguir em frente,
Sem se importar com o amanhã;
Viver o hoje intensamente
E sempre ser você mesmo.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011



Durante a minha adolescência, os versos, que para muitos adultos eram loucos e meio sem-sentido do Gibran khalil Gibran, embalaram os meus sonhos.
Não pensei que hoje os relembraria...

“Então, Almitra disse: “Fala-nos do amor.”
E ele ergueu a fronte e olhou para a multidão,
e um silêncio caiu sobre todos, e com uma voz forte, disse:

Quando o amor vos chamar, segui-o,
Embora seus caminhos sejam agrestes e escarpados;
E quando ele vos envolver com suas asas, cedei-lhe,
Embora a espada oculta na sua plumagem possa ferir-vos;
E quando ele vos falar, acreditai nele,
Embora sua voz possa despedaçar vossos sonhos
Como o vento devasta o jardim.
Pois, da mesma forma que o amor vos coroa,
Assim ele vos crucifica.
E da mesma forma que contribui para vosso crescimento,
Trabalha para vossa queda.
E da mesma forma que alcança vossa altura
E acaricia vossos ramos mais tenros que se embalam ao sol,
Assim também desce até vossas raízes
E as sacode no seu apego à terra.
Como feixes de trigo, ele vos aperta junto ao seu coração.
Ele vos debulha para expor vossa nudez.
Ele vos peneira para libertar-vos das palhas.
Ele vos mói até a extrema brancura.
Ele vos amassa até que vos torneis maleáveis.
Então, ele vos leva ao fogo sagrado e vos transforma
No pão místico do banquete divino.
Todas essas coisas, o amor operará em vós
Para
que conheçais os segredos de vossos corações
E, com esse conhecimento,
Vos convertais no pão místico do banquete divino.
Todavia, se no vosso temor,
Procurardes somente a paz do amor e o gozo do amor,
Então seria melhor para vós que cobrísseis vossa nudez
E abandonásseis a eira do amor,
Para entrar num mundo sem estações,
Onde rireis, mas não todos os vossos risos,
E chorareis, mas não todas as vossas lágrimas.
O amor nada dá senão de si próprio
E nada recebe senão de si próprio.
O amor não possui, nem se deixa possuir.
Porque o amor basta-se a si mesmo.
Quando um de vós ama, que não diga:
“Deus está no meu coração”,
Mas que diga antes:
"Eu estou no coração de Deus”.
E não imagineis que possais dirigir o curso do amor,
Pois o amor, se vos achar dignos,
Determinará ele próprio o vosso curso.
O amor não tem outro desejo
Senão o de atingir a sua plenitude.
Se, contudo, amardes e precisardes ter desejos,
Sejam estes os vossos desejos:
De vos diluirdes no amor e serdes como um riacho
Que canta sua melodia para a noite;
De conhecerdes a dor de sentir ternura demasiada;
De ficardes feridos por vossa própria compreensão do amor
E de sangrardes de boa vontade e com alegria;
De acordardes na aurora com o coração alado
E agradecerdes por um novo dia de amor;
De descansardes ao meio-dia
E meditardes sobre o êxtase do amor;
De voltardes para casa à noite com gratidão;
E de adormecerdes com uma prece no coração para o bem-amado,
E nos lábios uma canção de bem-aventurança.”





domingo, 20 de novembro de 2011



Palpitações, “aperto no peito”, o que será?
Os últimos dias não foram fáceis:
Surpresas em cima de surpresas,
Final de ano, festas se aproximando,
Filho em outro país
E saudade sem fim...

A cada amanhecer,
Busco ânimo em meu interior
Com a certeza de que irá passar.
Realmente passa....
No outro dia, novamente,
Mas não desisto, pois sei que vencerei.

sábado, 29 de outubro de 2011


 Para refletir:


Pare para pensar e reflita sobre como está a sua vida agora se:

Você é do tipo que diz: “Ah, sei que está errado, mas azar, vou viver o momento”;

 Você gosta de levar vantagem em tudo e se acha esperto a ponto de acreditar que ninguém está vendo;

Você gosta de “dar um tapa e esconder a mão”;

Você se diz “do bem”, mas não exita em contar uma mentirinha para tirar algum proveito da situação;

Você acredita que ser correto é ser babaca e

Você acredita em tantas outras coisas que levam em conta apenas o EU em primeiro lugar em detrimento do OUTRO.

Criss Capra

domingo, 16 de outubro de 2011


As pessoas fúteis que me perdoem, mas com conteúdo é tudo!!!

Cada pedacinho deste universo é habitado por seres humanos únicos e há lugar para todos...

Cada um tem o direito de viver como quer, de ser o que quer, desde que não queira impor aos outros as suas vontades e opiniões...

Todos temos direito à felicidade, portanto, sejamos felizes incondicionalmente – essa é a única forma de espalharmos amor e felicidade aos nossos semelhantes!!!

Beijos no coração!!!

terça-feira, 13 de setembro de 2011


Meu filho amado, motivo de tanto orgulho!!!








postado no Facebook, domingo, 11 de setembro de 2011 às 00:06 


Ao relembrar daquele garotinho que começou a caminhar com apenas 10 meses, entendo porque até hoje me surpreendo com ele...
Meu filho amado, tanto orgulho tenho de ti, que, mesmo novo e com tantos percalços na vida, conseguiu superar e ser o grande SER HUMANO que hoje és.
O sucesso está aí comprovadamente em tua vida, deixando os que não acreditaram sem palavras.
São catálogos para HUGO BOSS, outdor e cartazes para o CARTÃO VISA e tantos outros trabalhos maravilhosos que estampam a tua beleza, o teu profissionalismo, o teu carisma.
Mesmo assim, meu filho amado, não perdeste nem perderás o que tens de mais importante: a tua maneira de ser que se opõe a injustiças; que não discrimina; que não julga; que não faz distinção de raça, credo, escolha sexual, política ou classe social e enxerga o lado HUMANO de cada ser.
Não és apenas mais um rostinho lindo no meio da moda, mas um modelo com grande conteúdo!!!
Meu filho, és um grande vencedor! Tenho muito orgulho de ti!!! Te amoooooo muitoooo, muitooooo!!!! Bjao

quinta-feira, 25 de agosto de 2011


O real significado de SER HUMANO

Para SER HUMANO não importa a cor da sua pele, nem a sua opção sexual, nem a sua classe social, nem a sua aparência, tampouco a sua escolaridade.
O que realmente importa são os valores que você carrega como honestidade, sinceridade, compaixão, amizade, empatia, altruísmo.
Muitas vezes me deparo com pessoas que se julgam acima de tudo e de todos e fico pensando: o que elas ganham com isso? Por que se julgam superiores? Muitas delas, porque têm um carro importado; outras, porque têm uma posição de destaque na sociedade... Mas de que adianta tudo isso se um dia deixarão  esta vida e não poderão levar nenhum bem material?
Assim, chego à conclusão de como é bom viver a vida de maneira leve, sendo verdadeira com todas as pessoas indiscriminadamente... Isso me faz tão bem!
Amo viver, amo as pessoas e amo, acima de tudo, o SER HUMANO!!!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011


Enquanto o não vem

A ventania toma conta do meu ser...

Estou inquieta, pensativa,

Ah, mas esta sou eu!!!



Varo a noite como um furacão,

Canto loucamente,

Danço, sapateio, me escabelo toda...



Sou um ser noturno,

Uma parabólica captando

e distribuindo energia...



Quem agüenta o meu pique?

Penso que somente eu...

Ah, sou como sou

E sabe o que mais?

Adorooo ser assim!!!

sábado, 30 de julho de 2011



Sério, a felicidade existe,
Os sonhos podem se tornar realidade,
Todo momento é mágico,
Recriamos a nossa vida a cada momento.

Realmente acredito num mundo melhor,
Numa existência mais pacífica,
No ser humano e
Na sinceridade acima de tudo.

Podem pensar que seja utopia,
Que eu seja uma doida, uma maluca,
Não to nem aí, porque sou feliz
E não abro mão de ser como sou.
Criss Capra

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Desabafo


Tantos sentimentos se misturam, mas o maior deles é o de querer parar o tempo para os meus pais.
Tenho tido sonhos nos quais vejo a minha família no passado. Talvez seja porque o meu subconsciente queria que fosse assim: que o tempo parasse, e as pessoas se mantivessem com aquela idade por um tempo que fosse uma eternidade.
Não sei conviver com perdas – e a cada dia que passa, sinto que deveria saber.
É, aqui estou eu vivenciando o meu pai regredindo a cada dia, fazendo coisas que antes não fazia: esquecendo, se perdendo nas palavras, perdendo o conhecimento que antes tinha, ficando grande parte do tempo apático.
Dói fundo no meu coração, sinto-me perdida por constatar que nada posso fazer para reverter esse quadro.
Sei que todos passam, estão passando, ou um dia passarão por situação semelhante – ou não –, mas é uma sensação tão ruim, tão doída que parece que nunca irá terminar.
Desculpem-me pelo desabafo, mas queria colocar para fora o que sinto em meu interior.


domingo, 29 de maio de 2011

Meu filhão na China!!!

Muitas vezes a vida nos reserva surpresas agradáveis...
Cada momento que vivemos é especial
Principalmente os que compartilhamos com pessoas,
Que conhecemos e que passamos a conhecer.

Todos são bem-vindos ao meu grupo de amigos,
Adooorooo fazer novas amizades e manter as antigas.
Cada pessoa tem algo a acrescentar em minha vida
E sempre teremos o que compartilhar.

domingo, 8 de maio de 2011


"É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo."

segunda-feira, 2 de maio de 2011



Esta sou eu na minha essência, em meu estado natural...


Todo nosso eu é construído do emocional.

E a soma dos acontecimentos,

o tamanho deles, a forma ou o momento

em que chegam criam barreiras

entre nós e os outros,

às vezes nós e o mundo.

Quando faz frio no coração,

nós nos afastamos de tudo aquilo

que poderá tocá-lo.

Criamos um muro invisível para

protegê-lo e proteger-nos,

duvidamos das pessoas, da sinceridade delas,

das suas boas intenções.

Esses invernos rigorosos da vida fazem

com que nos sintamos mais sós,

nos esquecemos de olhar um pouco para fora

e olhamos muito para dentro.

E quando mais pensamos nas nossas tristezas,

mais tristes nos sentimos,

o que cria esse círculo vicioso do qual

é difícil se livrar.

E quando esses períodos de festas

se aproximam em que todos falam tanto de

amor, solidariedade, perdão e compreensão,

o que possuem o coração apertado

o sentem mais pequenininho ainda.

Uma maneira de reverter essa situação,

é oferecer o que precisamos.

Mudando nossa mentalidade,

mudamos o mundo.

Para abrir o coração das pessoas,

precisamos abrir o nosso.

São nossas mãos que devem derrubar

as primeiras barreiras que nos separam

das pessoas e da vida.

É a luz que possuímos que deve ser

a primeira a nos aquecer,

a iluminar nossos passos,

ninguém pode ver por nós,

caminhar por nós e menos ainda

sentir por nós.

Quando fazemos pelos outros,

estamos concentrando nossas energias em

algo externo a nós e quando pensamos

menos na carga que carregamos,

ela parece mais leve, mais suportável.

Quando faz frio no nosso coração,

devemos agasalhá-lo para que ele

passe melhor pelo inverno, que passará,

como passam todas as outras estações.

Aquele que aprende a plantar uma flor,

planta muito mais que uma flor,

ele faz nascer a esperança no mundo.

Letícia Thompson


Estou passando por momentos de reflexão sobre todos os aspectos da minha vida.
Qual o meu papel como ser humano na sociedade, como profissional, como mulher, como mãe?
Não é fácil refletir sobre tudo isso, aff...
Como um questionamento leva a outro, penso também sobre as minhas prioridades e as prioridades das pessoas mais próximas a mim...
A vida não é um caminho de mão única: devemos dar, mas também receber. Muitas vezes me sinto como se mais desse do que recebesse.
Em se tratando de prioridades, talvez esteja errada ao esperar que eu seja prioridade na vida de outras pessoas e também por dar prioridade a estas mesmas pessoas. Mas, na realidade, quem deve estar errada sou eu ao não dar prioridade a mim em primeiro lugar.
Ora, porque é fácil falar, o difícil é ter atitudes coerentes com o que se fala.
Parece que no momento em que mais preciso das pessoas, elas deixam a desejar...
É, quem disse que conviver é fácil? Somos todos seres tentando acertar, porém, nem sempre conseguimos...

domingo, 1 de maio de 2011

O meu Hobby


Para quem não sabe, tenho um hobby: fazer crochê...
Adoooooooro, é algo que preenche a minha alma tão inquieta, o meu ser tão hiperativo.
Crochetando, me sinto- como se o mundo parasse naquele momento; é como se a arte fosse uma extensão de minhas mãos.
Claro, criar algo faz parte dos sonhos encantados, pois nos leva a lugares nunca antes visitados, a paraísos considerados inexistentes, a dimensões extraordinárias...
Estas são apenas amostrinhas do que andei criando, se quiserem ver mais, tenho outro blog: http://criscapracroche.blogspot.com/

beijinhos

sábado, 23 de abril de 2011

Não estou triste, mas, na realidade, não sei bem o que estou sentindo ultimamente...
É um vazio, uma sensação estranha de inquietude, de inconstância, de solidão, de fragilidade...
É como se de repente surgissem muitos questionamentos para os acontecimentos da vida.
Nem mesmo estou conseguindo expressar com exatidão o caos de meus pensamentos...
Talvez seja a tal “síndrome do ninho vazio” devido ao Luccas estar do outro lado do mundo, não sei...
Só sei que não estou no meu estado normal e sinto saudade da verdadeira Criss Capra...
Mas sei que, como tudo na vida, isto também passará.

quarta-feira, 6 de abril de 2011


Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito.


William Shakespeare




CANÇÃO PARA MEU FILHO
Filho, que os bons ventos embalem os teu sonhos;
Que tua vida seja um eterno aprendizado;
Que os obstáculos sejam vencidos com sabedoria;
Que as estrelas iluminem o teu caminho;
Que as experiências te tragam crescimento;
Que nunca te sintas só, pois estou contigo em meu coração;
Que tenhas certeza de que sempre poderás contar comigo;
Que continues com esse sorriso encantador;
Que mantenhas a coragem para desbravar o mundo;
Que o teu esforço e talento sejam bem aproveitados;
Que a felicidade seja uma constante em tua vida;
E que o teu sol interior venha à tona e ilumine o UNIVERSO!!!
Tua mãe (05-04-2011)

domingo, 20 de março de 2011

Meu filho:
Nem sei o que dizer neste momento tão próximo de te dar um “até breve”, pois, infelizmente, hoje retornarei  à nossa Porto Alegre e não poderei esta contigo no momento em que embarcarás rumo a um país tão distante...
Uma mistura de sentimentos toma conta de mim: felicidade, por estares realizando um sonho –merecidamente conquistado através do suor do teu trabalho –; tristeza, por não poder estar ao teu lado no momento do embarque; dor no coração, por saber que ficaremos tão distantes fisicamente por um tempo, que certamente parecerá uma eternidade.
Não posso conter as minhas lágrimas, me desculpa, sei que entendes, porque jamais queria ficar tanto tempo longe de ti.
Meu filho, tu és a razão do meu viver, o bem mais precioso que tenho nesta vida e tudo o que mais quero neste mundo é vê-lo completamente realizado tanto pessoalmente quanto profissionalmente.
Sinto-me muito orgulhosa por teres te tornado uma pessoa tão maravilhosa, por teres superado, apesar da pouca idade, tantos percalços que encontraste em teu caminho.
Peço-te perdão se algum dia não fui uma mãe tão boa quanto merecias, mas, com certeza, sempre procurei e ainda procurarei ser.
Amo-te muito e incondicionalmente!

Um grande beijo nesse coraçãozinho maravilhoso e grandioso!

Da tua mãe,

Criss Capra